Equipe de Educação Ambiental da Samorano em ação!

30 de setembro de 2016

A Samorano Consultoria Ambiental desenvolve ações de Educação Ambiental em parceria com diversas instituições. Nesta oportunidade, a BBCA Brazil e o Biotério da UCDB somaram forças para a realização de uma ação de conscientização.

A Escola Municipal Maurícia Paré Gomes, no município de Maracaju/MS, recebeu nossa atividade intitulada ”Ofidismo” nos dias 30 e 31 de Agosto. Participaram da atividade 142 pessoas de toda a comunidade escolar, como professores, alunos, coordenadores, professores e demais funcionários.

A atividade consistia na exposição sobre os impactos que o acúmulo de resíduos causa ao meio ambiente, sendo um deles a proliferação de roedores. Estes são presas de outros animais, como as serpentes, que podem representar perigo tanto para humanos que venham a ter contato com elas, quanto em relação a sua preservação enquanto espécie.

O Biotério disponibilizou cinco serpentes vivas, foram estas: a Jiboia, a Urutu, a Cascavel e as Jararacas Pintada e Caiçaca. Com o objetivo de conscientizar acerca da preservação destas espécies e evitar os perigos que o manejo inadequado acarreta, a exposição destes animais foi feita ao público para que este pudesse identificar os indivíduos, suas características e hábitos.

Confira abaixo algumas fotos desta atividade!








Equipe de Educação Ambiental da Samorano em ação!

30 de setembro de 2016

A Samorano Consultoria Ambiental desenvolve ações de Educação Ambiental em parceria com diversas instituições. Nesta oportunidade, a BBCA Brazil e o Biotério da UCDB somaram forças para a realização de uma ação de conscientização.

A Escola Municipal Maurícia Paré Gomes, no município de Maracaju/MS, recebeu nossa atividade intitulada ”Ofidismo” nos dias 30 e 31 de Agosto. Participaram da atividade 142 pessoas de toda a comunidade escolar, como professores, alunos, coordenadores, professores e demais funcionários.

A atividade consistia na exposição sobre os impactos que o acúmulo de resíduos causa ao meio ambiente, sendo um deles a proliferação de roedores. Estes são presas de outros animais, como as serpentes, que podem representar perigo tanto para humanos que venham a ter contato com elas, quanto em relação a sua preservação enquanto espécie.

O Biotério disponibilizou cinco serpentes vivas, foram estas: a Jiboia, a Urutu, a Cascavel e as Jararacas Pintada e Caiçaca. Com o objetivo de conscientizar acerca da preservação destas espécies e evitar os perigos que o manejo inadequado acarreta, a exposição destes animais foi feita ao público para que este pudesse identificar os indivíduos, suas características e hábitos.

Confira abaixo algumas fotos desta atividade!